Por exemplo, 94 por cento dos profissionais de marketing que usam esta tática dizem que ela é eficaz. Atualmente, os profissionais de marketing gastam por volta de 25.000 a 50.000 dólares por programa de marketing do influenciador. Espera-se que esses números dobrem no próximo ano – por um motivo muito bom. Em média, por cada dólar gasto, os profissionais de marketing têm um retorno de 6,50 dólares. Veja algumas dicas para criar, com sucesso, um programa de marketing do influenciador.
A muchas empresas ya les ha quedado claro que es una mala estrategia centrar el contenido que generan en ellas mismas olvidándose de sus potenciales clientes. De hecho el marketing de contenidos es el arte de comunicarte con tus clientes y prospectos sin venderles, como indica Joe Pulizzi en su libro “Epic Content Marketing”. Pero aún así algunas empresas piensan que crear contenidos de cualquier tipo ya es hacer marketing de contenidos. Esto es publicar por publicar.
Pois quando você terminar de ler este artigo, talvez você queira que os vídeos entrem na sua vida; porque o mercado de vídeos é atraente, emociona, é altamente viral, aumenta o engagement, é bom para o SEO, não requer grandes gastos ou investimentos (você pode até mesmo criar seus vídeos gratuitamente), além do fato de que seus clientes em potencial adoram vídeos.

Já os “Visitantes Não Intencionais” geralmente consomem conteúdo de forma casual, muitas vezes em busca de entretenimento. Esses tipos de visitantes naturalmente utilizam um nível cognitivo mais baixo e dependem de fatores como Call to Actions e outras estratégias de marketing para orientá-los a longo de uma interação com uma marca. São tipos de visitantes mais propensos a consumir conteúdos em vídeo.
Peter Drucker dizia que a melhor maneira de prever o futuro é construindo-o você mesmo. O professor e cientista Silvio Meira leva isso a cabo e é uma das cabeças mais importantes do Brasil quando o assunto é unir academia e mercado em nome do empreendedorismo e da inovação disruptiva. Neste bate papo com Leandro Vieira no Café com ADM, ele fala sobre as transformações dos mercados e os desafios para o futuro (que já chegou!)

O Estudo de Marketing de Conteúdo na América Latina e Espanha, realizado no final do ano passado pela Genwords, gigante latina especializada no assunto, mostrou que foi de 85% o índice de empresas que já adotaram a técnica para se comunicar com seu público. Em 2016, empresas brasileiras produziram conteúdo em torno de 60% a mais do que o apontado na pesquisa anterior, realizada no final de 2015.
E a segunda é: considere iniciar sua estratégia de conteúdo audiovisual com um vídeo explicativo. De acordo com a Wyzowl, um vídeo explicativo ajudou a aumentar o entendimento de seus usuários sobre serviços e produtos ofertados em 97% das empresas. O audiovisual explicativo é um material multifacetado, podendo ser empregado em várias ações de marketing digital quando aplicadas em conjunto.
Marcos Facó - O vídeo hoje é o carro-chefe. É preciso se atentar a algumas questões que são os três "S" e um "V". O primeiro é Short - o Millennial não quer coisas longas, o conteúdp precisa ser curto e dinâmico. O segundo é Simple - uma apresentação simples, sem complexidades. É preciso fazer a leitura para as pessoas, como é o caso do Bitcoim. Não é contar o que é e sim como funciona. O terceiro é Social - o seu conteúdo precisa ser social e compartilhável. Precisa ter um pingo de viralização. O outro ponto é Visual - um apelo visual para que a pessoa se interesse por ele. O SSSV é a tendência e recomendação para quem quer trabalhar com estratégia em vídeo.
×