Além disso, no último ano houve um aumento no número de varejistas on-line que implementaram o vídeo nos sites para oferecer melhores experiências aos clientes. Quarenta e oito dos 50 principais varejistas on-line contam com vídeos no site, e 46 por cento dos 50 principais varejistas on-line têm mais de 1.000 vídeos disponíveis no site. A principal empresa de vídeo, a SundaySky, afirmou que, enquanto os vídeos no site proporcionam conhecimento e envolvimento com a marca, o que é mais atraente para os executivos de marketing é o desempenho e o impacto financeiro que geram, especialmente a geração de vendas e receitas.
Contenidos de baja calidad: una vez leí que Pat Flynn de The Smart Passive Income comentaba que procuraba que el contenido gratuito que generaba en su página web fuese de máxima calidad, aún mejor que su contenido de pago. Eso genera un muy buen efecto en nuestra audiencia que piensa “si el contenido gratuito es bueno, cómo tendrá que ser el contenido de pago”. Nuestro objetivo es llegar a compartir el mejor contenido de nuestro sector para convertirnos en una referencia.
No contexto do video marketing, é importante também lembrar como o comportamento de compra das pessoas mudou ao longo dos anos. Compras por impulso, fruto de propagandas intrusivas, atualmente estão longe de ser a tendência. O público quer cada vez mais informação e conteúdo relevantes, por meio dos quais irá decidir se vai comprar algo ou não. Pense em todas as vezes em que, antes de efetuar uma compra, fez uma pesquisa na internet sobre o produto ou serviço no qual estava interessado, seja na sua vida pessoal ou na empresa. Esta é a nova realidade do mercado: consumidores mais inteligentes. Por isso a produção de conteúdo e técnicas de marketing, seja através de vídeo ou texto, vem suplantando a publicidade clássica do século XX.
Posicionar en buscadores dichos contenidos para aprovechar el tráfico que podemos generar en caso de que se posicionen. Es importante este punto ya que, todo contenido creado que no se posicione (o no se consiga viralizar a través de las redes sociales) será un contenido desaprovechado. Tanto si generamos contenidos en formato texto (artículos o posts de un blog) como si generamos contenidos en video para Youtube, deberemos tratar de posicionarlos. Para eso es conveniente calcular el tráfico potencial que podríamos recibir en nuestra web en caso de que se posicionasen nuestros contenidos, y generar contenidos con las palabras clave más relevantes y que más tráfico generan. Podemos utilizar herramientas como Google Keyword Planner para conocer exactamente cuánto tráfico potencial recibiríamos si posicionamos esos contenidos.
As startups que quiserem participar deste pilar devem ter como modelo de negócio soluções que fazem parte das seguintes categorias: Mobilidade, Fintechs, Healthtechs, HRtechs, Insurtechs, Educação, Construtechs, Lawtechs, Transformação Digital, Cidades Inteligentes, Logística, Robótica e soluções que ajudem as empresas a aumentar sua eficiência operacional.
A mudança dos hábitos de consumo de conteúdo é uma das principais responsáveis pela utilização de formatos diferentes de divulgação. Existem inúmeros formatos de conteúdo e cada empresa pode explorar os que mais impactam as suas personas, porém pesquisas mostram que vídeos tem se destacado nos últimos anos. De acordo com a ComScore, 91% dos internautas consomem vídeos online e no Brasil temos a maior taxa de espectadores de vídeos da América Latina, portanto, esse formato tem se comprovado a cada dia.

Produzir vídeos pode parecer algo intimidante, caro e complicado. Mas um material criado para ser assistido e compartilhado tem, certamente, potencial para gerar um retorno altamente satisfatório para as empresas e criar diferencial para qualquer marca. Não deixe que o medo de errar paralise você: faça tentativas de acordo com as suas possibilidades e lembre-se de aproveitar as lições em cada nova empreitada.   
No contexto do video marketing, é importante também lembrar como o comportamento de compra das pessoas mudou ao longo dos anos. Compras por impulso, fruto de propagandas intrusivas, atualmente estão longe de ser a tendência. O público quer cada vez mais informação e conteúdo relevantes, por meio dos quais irá decidir se vai comprar algo ou não. Pense em todas as vezes em que, antes de efetuar uma compra, fez uma pesquisa na internet sobre o produto ou serviço no qual estava interessado, seja na sua vida pessoal ou na empresa. Esta é a nova realidade do mercado: consumidores mais inteligentes. Por isso a produção de conteúdo e técnicas de marketing, seja através de vídeo ou texto, vem suplantando a publicidade clássica do século XX.

Mais de 160 milhões de brasileiros assistem a centenas de milhões de vídeos na internet todos os meses, a grande maioria via Youtube e Facebook. Uma oportunidade valiosa que não passaria em branco aos olhos de empresas de impacto no Brasil e no mundo, sejam pequenas, médias ou grandes. Para tirar proveito desse gigantesco potencial ganhou força nos últimos anos o Video Marketing.
La propuesta de JoePulizzi en Content Inc. da un giro al enfoque empresarial tradicional donde primero se crea un producto y luego se tratar de encontrar clientes que necesiten ese producto. ¿Y si se invierte esta lógica? Su modelo se basa en la creación de un contenido valioso, la construcción de una audiencia en torno a ese contenido, y luego la creación de un producto para ese público.
Com a rapidez na criação de novas ferramentas e novas tecnologias, não dá para ter resultados extremamente expressivos fazendo sempre a mesma coisa, certo? Para realmente oferecer serviços que irão gerar mais valor para clientes, as agências de marketing precisam se adaptar e pensar em formas inovadoras de alcançar as pessoas certas, da forma certa e nos veículos certos.
Uma das grandes vantagens do vídeo sobre o texto é que ele aproxima a empresa de seu consumidor, através de um contato mais pessoal. Afinal, o público prefere ver e ouvir a ler. E também, através de um vídeo, fica mais fácil transmitir o conteúdo que você deseja. Mas é preciso saber como fazer vídeo marketing com qualidade para que o investimento não seja em vão. Por isso, fizemos este post para dar algumas dicas de como produzir vídeos que ajudarão a alavancar ainda mais a estratégia digital da sua empresa.
El vídeo marketing se ha convertido en una parte fundamental de muchas de las estrategias de marketing y de comunicación actuales. La mayoría de las marcas apuestan por él para llamar la atención de sus usuarios y de sus posibles compradores para crear así una imagen de marca perfecta, pero muchas veces se queda solo en eso. No sabemos sacarle todo el partido y ver que si se hace un buen vídeo con un objetivo concreto, se puede llegar mucho más allá.
Outro detalhe interessante é que o conteúdo criado em vídeo tem mais chance de ser lembrado. Algo em torno de 70% quando comparado a materiais escritos. Por isso, pensar na criação de conteúdo em vídeo é algo vital para quem pretende melhorar sua forma de chegar a um novo público novo. Ou ainda de reforçar sua comunicação com pessoas que já conhecem a empresa e seus serviços.
Por primera vez, esta guía innovadora descubre los secretos utilizados por Amazon, Virgin, Apple, Starbucks y salesforce.com. Una guía basada en 3 años de estudio científico analizando más de 100 empresas para identificar siete factores clave. Siete componentes de una estrategia que, implementados en su conjunto, logran impulsar el rendimiento empresarial a un nivel superior.
Que el video es una necesidad en la empresa de hoy es algo que no hace falta decirlo, pero ¿tienes una estrategia de video-marketing correctamente enfocada?¿Generas contenidos en video con la suficiente frecuencia?¿No sabes cómo sacar ideas para nuevos videos? Hoy quiero compartir contigo las directrices que debes seguir para empezar a crear tu propia estrategia de video-marketing para conseguir resultados, y dado que YouTube es el principal canal para ello me centraré en ella.
×