Paulistano e CEO da Post Digital, empresa que fundou no inicio de 2010, com a idéia principal de desenvolver projetos digitais estratégicos e focados em resultado (conversões). Trabalha profissionalmente com internet desde a época da bolha, já desenvolveu mais de 300 projetos sob medida, é certificado Google para rede de pesquisa, rede de display e analytics e é especialista em SEO.
Hola Mario, gracias por comentar. El Storytelling de Guber creo que lo publicó Empresa Activa hace unos tres o cuatro añitos si no me equivoco, dentro de su colección “Gestión del Conocimiento” que es muy recomendable casi completa. Este artículo quiere recoger sobre todo los libros que han sido publicados este año concretamente. Respecto a Seth Godin, este año sacó un libro muy diferente estéticamente a sus libros anteriores, muy potente visualmente, pero que va un poco en el tono motivador de sus últimos libros y quizá ese perfil se escapaba un poco de la temática de este artículo.
Un recorrido por la publicidad contemporánea en un lenguaje ameno, singularmente ilustrado y apto para todos los públicos más allá del lector especializado. Un texto que logra mostrar el mundo de la publicidad a través de conceptos argumentados con claridad y sencillez. Agustín Medina pretende acercar al lector novel al complejo sector publicitario con esta obra que goza de plena actualidad y adornada con unos tintes históricos que le añaden valor.
Es que YouTube es una plataforma muy particular: ocupa el segundo lugar entre los sitios más visitados del mundo, con casi un tercio de los internautas a nivel global que miran todo tipo de contenido. Llega a reproducir la enorme cantidad de 3,25 mil millones de horas de video al mes1. Sólo en 2015, la cantidad de gente que miró videos en YouTube2 se duplicó y 6 de cada 10 personas ya prefieren los videos online.
Nunca publique ou compartilhe um vídeo sem antes criar e colocar nele uma boa chamada para ação; ou seja, uma palavra, frase ou botão que convide os usuários a agir de uma forma específica que você terá definido previamente, de acordo com os objetivos que quer atingir: pode ser visitar o blog, fazer um comentário, compartilhar nas redes, subscrever-se ou qualquer outra ação.
Peter Drucker dizia que a melhor maneira de prever o futuro é construindo-o você mesmo. O professor e cientista Silvio Meira leva isso a cabo e é uma das cabeças mais importantes do Brasil quando o assunto é unir academia e mercado em nome do empreendedorismo e da inovação disruptiva. Neste bate papo com Leandro Vieira no Café com ADM, ele fala sobre as transformações dos mercados e os desafios para o futuro (que já chegou!)

Como você deve ter percebido, o vídeo no Facebook servirá como isca para um conteúdo mais completo, seja como um teaser para um vídeo maior em sua plataforma de vídeos, seja como um “quer saber mais?” que levará a seu blog. As possibilidades são inúmeras e elas serão infinitamente melhor aproveitadas se todas as mídias de sua estratégia se complementarem.
Marcos Facó - Cria uma dificuldade para as empresas anunciarem no formato tradicional. O que as empresas devem fazer é utilizar o conteúdo como propaganda. Um tema relevante associado a uma marca. A FGV fala, por exemplo, de Bitcoim e esse tema nos mostra capacitado para abordar essa temática. A Nike tem um case de desafio: preparar os atletas para quebrar a marca de duas horas em uma maratona. Conseguiram fazer com que um atleta fizesse em uma hora e dois minutos, não quebraram a marca, mas geraram buzz e anunciaram o novo tênis - que no caso foi utilizado pelo atleta.
×