Acompanhamos em 2017 um aumento no uso de bloqueadores de anúncios, e, como tal, o marketing digital está procurando maneiras alternativas de alcançar os consumidores. O marketing através de um influenciador é uma forma eficaz de obter além dos bloqueadores de anúncios que rodam em diversos browsers, bem como uma maneira de atingir o público-alvo e bem relevante. Além disso, a publicidade com um influenciador pode ser muito mais poderosa do que anúncios pagos. Já que pesquisas afirmam que 90% dos consumidores confiam em recomendações de colegas, enquanto apenas 33% dos consumidores confiam em anúncios. 2018 vai ter mais o marketing trabalhando com micro-influenciadores. Estes serão influenciadores com uma audiência de 1,000-100,000 pessoas (em oposição a macro-influenciadores com uma audiência de cerca de 10 milhões de seguidores).
Caso sua empresa se concentre em vídeos ou caso deseje apresentar seus produtos e serviços em vídeo, outra ideia a ser considerada é criar um nome de domínio complementar para hospedar seu conteúdo de vídeo. Algumas empresas, como as que estão em destaque neste link, utilizaram o nome de domínio .tv para estabelecer um canal centralizado em vídeo para seu conteúdo de vídeo. Outras registram e hospedam o conteúdo de vídeo na extensão .tv, ao mesmo tempo que o sincronizam com a página inicial .com.
Marcos Facó - O vídeo hoje é o carro-chefe. É preciso se atentar a algumas questões que são os três "S" e um "V". O primeiro é Short - o Millennial não quer coisas longas, o conteúdp precisa ser curto e dinâmico. O segundo é Simple - uma apresentação simples, sem complexidades. É preciso fazer a leitura para as pessoas, como é o caso do Bitcoim. Não é contar o que é e sim como funciona. O terceiro é Social - o seu conteúdo precisa ser social e compartilhável. Precisa ter um pingo de viralização. O outro ponto é Visual - um apelo visual para que a pessoa se interesse por ele. O SSSV é a tendência e recomendação para quem quer trabalhar com estratégia em vídeo.
Marcos Facó - Ele veio para ficar no sentido da facilidade de se transmitir a comunicação visual. Nem sempre precisa de áudio - já que muitas pessoas assistem pelo smartphone em público e evita atrapalhar o outro -, ou transmite com legenda ou transmite com imagem. O que essas plataformas estão passando de transformação no físico, hardware, mostra como há uma revolução. Computador era algo imenso e hoje além do smartphone temos os relógios inteligentes. 

Falta de regularidad en la creación de contenidos: este quizás uno de los puntos en los que más fallan muchas empresas, y que está muy ligado a no disponer de un calendario editorial para controlar las publicaciones y tipos de contenidos que harán. Si alguien se apunta a una newsletter semanal, espera recibir un email cada semana. Si una web o blog promete publicar cada día, el usuario no esperará menos. De la misma forma si decidimos trabajar un canal de Youtube, sería conveniente que fuésemos constantes.
El mejor complemento está en la web del libro, que permite acceder a contenidos extra. Un buena selección de consejos para organizar la estructura de una empresa orientada a optimizar la experiencia del cliente. En definitiva, una guía para gestionar la relación con los usuarios y mejorar la comunicación con estos, que no pasa por alto la importancia del servicio de postventa y la gestión de garantías.
Da forma aplicada pelo Facebook, o conteúdo fica efêmero, porque não há a possibilidade de resgatá-lo. O grande diferencial dessas plataformas de vídeo é que o Youtube não possui uma facilidade de impulsão. Já no Facebook, você tem essa abrangência, mas tem efemeridade, porque é um conteúdo perdido. Analisando o longo prazo, o Youtube é mais eficiente.
creo que has dado en la clave. El principal error en el marketing de contenidos es hablar de uno mismo sin pensar en el cliente/lector. Y además, si a eso le sumas que el contenido no es relevante, apaga y vamonos! Simplemente pasará a ser un artículo más de los millones que hay por Internet, sin pena ni gloria. Para eso no merece la pena perder el tiempo.
Además, muchas empresas no analizan la rentabilidad de sus clientes existentes o la rentabilidad potencial de todo tipo de clientes nuevos. Como resultado, las empresas se tambalean de una base de clientes a otra nueva base de clientes y en el camino ello les supone perder algunos de sus clientes más valiosos. Fleming describe este fenómeno en Evergreen, a través de un paralelismo con los árboles, que pierden sus hojas cada otoño.
De acordo com o Dictionary.com, viralizar significa tornar-se “muito popular devido à circulação rápida entre as pessoas, especialmente pela Internet”. Quando bem executada, essa capacidade de viralizar pode durar um bom tempo. De fato, não sei você, mas uma das minhas maneiras favoritas de me lembrar da infância é perguntar aos colegas: “lembra daquele jingle?”. 
Além de servirem como um ótimo canal de interação com o público, vídeos de treinamento também são extremamente úteis para se comunicar internamente com a sua empresa, oferecendo treinamento e dicas para os seus funcionários. Portanto, saber como fazer vídeo marketing de treinamento é de extrema importância em várias etapas da sua cadeia produtiva/venda.
×