La ética no es un valor pasado de moda, ahora más que nunca se ha vuelto una de las claves a tener en cuenta por las marcas. Cavallo no ha dudado en  convertirla además en el eje de este libro que comienza con una frase del yogui hinduista Paramahansa Yogananda y que está dirigido a CEOs, Directores de Marketing o profesionales con un ojo puesto en la sostenibilidad.
A técnica do storytelling há tempos é utilizada na publicidade. E é ela quem vai trazer para os seus vídeos o poder de conexão que você precisa. Lembre-se: tenha sempre em mente de que comunicação é o contato entre pessoas. Por isso, sua empresa precisa ter uma voz humanizada (esqueça aquele velho texto institucional, isso não funciona na internet) e tratar sua persona com igualdade e empatia.
Os consumidores já não estão mais satisfeito com empresas sem rosto, o marketing genérico está no limite. Eles querem e esperam conexões humanas e reais. As empresas estão usando transmissões de vídeo ao vivo para estabelecerem conexões humanas em tempo real com seus públicos. E quando você considera que 80% das audiências preferem assistir vídeo ao vivo a partir de uma marca do que ler um blog, é uma oportunidade valiosa para o marketing que realmente não pode ser ignorada.
As mídias sociais que mais contribuem para essa tendência são o YouTube, que tem mais de um bilhão de usuários ativos em todo o mundo, e o Facebook, a partir de suas atualizações de reprodução de vídeos e vídeos ao vivo. Essas ferramentas aumentaram a relevância dos conteúdos audiovisuais no marketing digital, fazendo com que muitas empresas transformem suas formas de divulgação de produtos e serviços.

Com a rapidez na criação de novas ferramentas e novas tecnologias, não dá para ter resultados extremamente expressivos fazendo sempre a mesma coisa, certo? Para realmente oferecer serviços que irão gerar mais valor para clientes, as agências de marketing precisam se adaptar e pensar em formas inovadoras de alcançar as pessoas certas, da forma certa e nos veículos certos.
Em todo lugar com criação de contexto. Como estratégia de branding hoje a associação da marca Red Bull é quase automática: a palavra ENERGIA vêm à mente. Essa associação é simples e direta com os esportes radicais de alta performance. Pense em qualquer esporte maluco ou não, o campeonato será patrocinado pela Red Bull (Motocross, Mergulho, Snowboarding, Skate, Parkour…).
Antes mesmo de começar as gravações do vídeo, é preciso que você responda a questões importantes, como: o que quero dizer aos meus clientes com esse vídeo? Quais são os resultados que espero ter com esse material? Como o usuário entenderá esse vídeo? Embora pareça algo simples, responder a essas perguntas é essencial para elaborar um bom roteiro para os vídeos de divulgação da empresa, pois é preciso ter planejamento e utilizar estratégias para saber como fazer um vídeo perfeito. O roteiro nada mais é do que colocar no papel a forma como os vídeos devem ser gravados do início ao fim. Cada imagem, texto, narrador, animação, entre outros elementos possíveis, devem estar disponíveis no roteiro.
Marcos Facó - O vídeo hoje é o carro-chefe. É preciso se atentar a algumas questões que são os três "S" e um "V". O primeiro é Short - o Millennial não quer coisas longas, o conteúdp precisa ser curto e dinâmico. O segundo é Simple - uma apresentação simples, sem complexidades. É preciso fazer a leitura para as pessoas, como é o caso do Bitcoim. Não é contar o que é e sim como funciona. O terceiro é Social - o seu conteúdo precisa ser social e compartilhável. Precisa ter um pingo de viralização. O outro ponto é Visual - um apelo visual para que a pessoa se interesse por ele. O SSSV é a tendência e recomendação para quem quer trabalhar com estratégia em vídeo.
×