Pois quando você terminar de ler este artigo, talvez você queira que os vídeos entrem na sua vida; porque o mercado de vídeos é atraente, emociona, é altamente viral, aumenta o engagement, é bom para o SEO, não requer grandes gastos ou investimentos (você pode até mesmo criar seus vídeos gratuitamente), além do fato de que seus clientes em potencial adoram vídeos.
a. “El video sigue siendo el rey” en el 2018: Las plataformas sociales siguen colocando el video en un plano importante, lo visual y directo sigue capturando a los usuarios y a esto se le une un tema importante: los influencers, que tuvieron su impulso en el 2017 y que durante el 2018, deberán volverse más técnicos y exclusivos de su área de experiencia.
El objetivo fundamental de este libro es suprimir, o al menos reducir, esa brecha y ayudar a las empresas, profesionales y emprendedores a entender las peculiaridades de la Web como medio, para que puedan trazar su propio plan de marketing on line y así encontrar, identificar y aprovechar cuanto antes todas las posibilidades de Internet para su negocio. Y esto es algo que empieza antes incluso de tener un sitio Web, en el mismo momento del inicio de su desarrollo, e incluye todos los aspectos de su diseño, publicación, promoción, explotación y mejora continua.
O marketing pode ser tanto sobre a conexão com as emoções ou melhor – sobre a consciência dos consumidores e mais ainda apresentando um grande negócio ou um produto novo. As marcas podem usar o marketing dirigido como propósito de atingir um público com base em suas necessidades e interesses comuns – particularmente no apoio a uma causa digna. Os clientes são leais a marcas que têm um propósito, com 91% dos Millennials dizendo que eles iriam mudar de marca para uma outra com uma causa. A parceria com organizações sem fins lucrativos e instituições de caridade, ou o estabelecimento de um programa de “ações educativas e com princípios” pode dar uma marca uma presença mais forte, alinhando o seu propósito com os valores e prioridades de seus consumidores.
As mídias sociais que mais contribuem para essa tendência são o YouTube, que tem mais de um bilhão de usuários ativos em todo o mundo, e o Facebook, a partir de suas atualizações de reprodução de vídeos e vídeos ao vivo. Essas ferramentas aumentaram a relevância dos conteúdos audiovisuais no marketing digital, fazendo com que muitas empresas transformem suas formas de divulgação de produtos e serviços.
O marketing pode ser tanto sobre a conexão com as emoções ou melhor – sobre a consciência dos consumidores e mais ainda apresentando um grande negócio ou um produto novo. As marcas podem usar o marketing dirigido como propósito de atingir um público com base em suas necessidades e interesses comuns – particularmente no apoio a uma causa digna. Os clientes são leais a marcas que têm um propósito, com 91% dos Millennials dizendo que eles iriam mudar de marca para uma outra com uma causa. A parceria com organizações sem fins lucrativos e instituições de caridade, ou o estabelecimento de um programa de “ações educativas e com princípios” pode dar uma marca uma presença mais forte, alinhando o seu propósito com os valores e prioridades de seus consumidores.
-Aprovechar las palabras clave para destacarse de la competencia. No basta con utilizar términos sencillos y comunes como “Apple”, “iPhone”, “Android” o “Marketing”. Por el contrario, debe explotarse al máximo el poder de palabras clave combinadas que aborden un tema específico, como “mejores Apps Android 2017”, “10 rumores iPhone” o “Tendencias Marketing Digital Mayo”, entre muchos otros ejemplos.
Assim, sempre quando criar e divulgar um vídeo, foque suas energias em produzir um conteúdo que, realmente, interesse ao seu público. Uma boa dica é optar por assuntos com cunho emocional e que tragam razões para seu cliente querer compartilhá-lo. Lembre-se: o compartilhamento do seu vídeo nas mídias sociais deve seguir um plano parecido com a postagem dos conteúdos do seu blog e site. Alinhamento é essencial!
Hola Francisco, efectivamente, es un buen libro, lo que pasa es que este post se centra en las publicaciones de 2015 y este que comentas tiene un par de años ya. En todo caso, sí que Kiyosaki ha publicado a principios de 2015 un libro, Second Chance, pero va un poco por la cola que ha dejado Rich Dad Poor Dad y por temática no encajaba en este artículo. Muchas gracias por tu comentario. Un saludo

Aqui entramos na área dos vídeos que viralizam, ou seja, divulgar um ou mais vídeos que, em si mesmos, serão a fonte de atração. Esta é uma estratégia altamente efetiva para criar reconhecimento e gerar tráfego. Trata-se de um vídeo ou um canal inteiro (no Youtube, por exemplo) que atrai audiência para a sua marca e viabiliza o incremento vertiginoso nas vendas. Nessa proposta os vídeos costumam entreter ou informar sobre temas adjacentes, ao invés de falar sobre os seus produtos e serviços propriamente ditos.
Outro detalhe interessante é que o conteúdo criado em vídeo tem mais chance de ser lembrado. Algo em torno de 70% quando comparado a materiais escritos. Por isso, pensar na criação de conteúdo em vídeo é algo vital para quem pretende melhorar sua forma de chegar a um novo público novo. Ou ainda de reforçar sua comunicação com pessoas que já conhecem a empresa e seus serviços.
Visión Cliente aporta una interesante óptica sobre cómo generar más beneficios con la ayuda de los clientes, el verdadero gran potencial de desarrollo futuro de cualquier empresa. Desde una valoración externa enriquecedora, la creación de nuevos productos y servicios más relevantes, una comunicación personalizada, una entrega de lo que los clientes necesitan y desean realmente, y un cultivo de la relación que hace que se convierta en una marca referida por encima de guerras de precio, este libro demuestra que una visión empresarial enfocada en los clientes es la fórmula de éxito garantizado.
El estudio, organizado por Genwords, compañía especializada en Content Marketing, contó con la participación de casi 400 profesionales del marketing encuestados por vía online, y permitió revelar cómo está evolucionando el content marketing en los países de habla hispana y Brasil. Solo con saber que las empresas han producido 60% más contenido con respecto al año pasado, se confirma la toma de conciencia que han hecho las empresas con respecto a la manera en que se acercan a sus potenciales consumidores.
Em todo lugar com criação de contexto. Como estratégia de branding hoje a associação da marca Red Bull é quase automática: a palavra ENERGIA vêm à mente. Essa associação é simples e direta com os esportes radicais de alta performance. Pense em qualquer esporte maluco ou não, o campeonato será patrocinado pela Red Bull (Motocross, Mergulho, Snowboarding, Skate, Parkour…).
Muitos profissionais prestadores de serviços, especialmente os da área de cuidados e bem-estar, não percebem que serviços também são produtos, mercadorias à venda no Mercado. O que quero dizer é: O serviço que você presta de cuidador de idosos ou crianças, é um produto, uma mercadoria no mercado de serviços - assim como perfumes da Natura são produtos.
O primeiro passo para começar qualquer projeto é realmente entender seu público e seus clientes. No caso das agências, é importantíssimo ouvir feedback dos clientes, afinal, eles que estão próximos dos resultados e objetivos. Então, antes de começar, analise o perfil dos seus clientes, para quem eles vendem, qual o ramo de negócio deles e outras características do negócio. Isso irá te ajudar a direcionar melhor seus esforços e, mais importante ainda, adaptar sua mensagem para o público correto.
Os consumidores já não estão mais satisfeito com empresas sem rosto, o marketing genérico está no limite. Eles querem e esperam conexões humanas e reais. As empresas estão usando transmissões de vídeo ao vivo para estabelecerem conexões humanas em tempo real com seus públicos. E quando você considera que 80% das audiências preferem assistir vídeo ao vivo a partir de uma marca do que ler um blog, é uma oportunidade valiosa para o marketing que realmente não pode ser ignorada.
Que el video es una necesidad en la empresa de hoy es algo que no hace falta decirlo, pero ¿tienes una estrategia de video-marketing correctamente enfocada?¿Generas contenidos en video con la suficiente frecuencia?¿No sabes cómo sacar ideas para nuevos videos? Hoy quiero compartir contigo las directrices que debes seguir para empezar a crear tu propia estrategia de video-marketing para conseguir resultados, y dado que YouTube es el principal canal para ello me centraré en ella.
Un recorrido bastante completo y enfocado al Social Media Plan que viene explicado a través de un decálogo de fácil comprensión. El punto de partida del autor es el entendimiento del nuevo consumidor como concepto que desencadena la nueva realidad del Social Media, donde él es el absoluto protagonista en un escenario donde las empresas están obligadas más que nunca a atender sus necesidades, expectativas y deseos. Los capítulos finales están dedicados a las métricas, un aspecto indispensable en la formación de los nuevos Community Managers.

¿Ya tienes una idea más clara sobre cuáles serían los videos más efectivos para tu producto/servicio? Recuerda que al combinar varios tipos puedes reforzar las distintas etapas del proceso de ventas. Aprovecha las ventajas de cada video para crear una estrategia adecuada a tus objetivos. Por último, pero no por eso menos importante: la inversión en alta calidad siempre dará resultados óptimos que cumplirán con tus expectativas.
La verdad que no he leído muchos libros sobre Marketing Digital, más allá de estadísticas y como utilizar herramientas de análisis… de estos diez, me inclinaría por la guía del Comunity Manager porque pronto me va a tocar hacer tareas parecidas en el proyecto que ando metido (tirando más al Social Learning que al negocio) y no perdería de vista el de Twitter para torpes.
O video marketing deve ser visto então como um diferencial das tendências do marketing do século XXI, este é o algo a mais que irá permiti-lo ficar à frente da concorrência. Em linhas gerais, há duas maneiras práticas e efetivas de pensar a situação: “marketing usando vídeos” e “marketing é vídeo”. Tenha em mente que os conceitos não são duros e há formas inteligentes de interagir entre eles! Vamos falar mais sobre cada uma das maneiras agora mesmo:
Mais recentemente o LinkedIn começou a apostar também nesse formato, testando ferramentas para lançar aos usuários. Por enquanto a novidade está restrita apenas para alguns usuários, entre os quais Google, Embraer, BRF, IBM, TOTVS, SAS e LENOVO. "Os vídeos trarão mais relevância à rede, porque é o tipo de conteúdo mais acessível. Ele é mais do que audiovisual, porque não necessariamente precisa de som - uma legenda é suficiente. Em outras redes esse tipo de publicação pode se tornar efêmera, mas neste caso teremos o oposto: algo útil e relevante pro dia a dia dos profissionais", conta Marcos Facó, diretor de Comunicação e Marketing da FGV, em entrevista ao Mundo do Marketing.
Acompanhamos em 2017 um aumento no uso de bloqueadores de anúncios, e, como tal, o marketing digital está procurando maneiras alternativas de alcançar os consumidores. O marketing através de um influenciador é uma forma eficaz de obter além dos bloqueadores de anúncios que rodam em diversos browsers, bem como uma maneira de atingir o público-alvo e bem relevante. Além disso, a publicidade com um influenciador pode ser muito mais poderosa do que anúncios pagos. Já que pesquisas afirmam que 90% dos consumidores confiam em recomendações de colegas, enquanto apenas 33% dos consumidores confiam em anúncios. 2018 vai ter mais o marketing trabalhando com micro-influenciadores. Estes serão influenciadores com uma audiência de 1,000-100,000 pessoas (em oposição a macro-influenciadores com uma audiência de cerca de 10 milhões de seguidores).
×