Caso sua empresa se concentre em vídeos ou caso deseje apresentar seus produtos e serviços em vídeo, outra ideia a ser considerada é criar um nome de domínio complementar para hospedar seu conteúdo de vídeo. Algumas empresas, como as que estão em destaque neste link, utilizaram o nome de domínio .tv para estabelecer um canal centralizado em vídeo para seu conteúdo de vídeo. Outras registram e hospedam o conteúdo de vídeo na extensão .tv, ao mesmo tempo que o sincronizam com a página inicial .com.
La integración de fuentes de data es crucial, para poder medir y comparar el rendimiento de estrategias de marketing y no dejará de ser crucial no solo poder ir a la fuente sino, conectarlas y poder abstraer integralmente “insights” valiosos. Al final, están interconectados. En este punto se verán los inicios puntuales en el marketing predictivo que une Inteligencia Artificial con el manejo de datos o estadísticas para generar predicciones a base de patrones encontrados, etc.
Setenta y cinco historias en un lenguaje distendido que dan vida a las claves principales del marketing, en un formato ameno, atractivo, entre las que se incluyen algunas de las marcas más famosas como Nike, Disney, Google o Coca-Cola, entre otras. 75 fábulas que terminan con una moraleja sobre conceptos como la propia marca, la innovación o la comunicación. 75 cuentos que en su conjunto forman una recopilación práctica e inspiradora.
El Big Data y el futuro de las comunicaciones humanas tienen profundas implicaciones para las marcas y el marketing. Las marcas que abracen y reflejen estas transformaciones tendrán el potencial necesario para asumir roles cada vez más importantes en nuestra sociedad, generando mejoras en el estilo de vida de los consumidores a través de la confianza y el compromiso de servir al bien común.
Veja outro vídeo na categoria: “é velho, mas funciona”. Este vídeo de marketing está na categoria do setor de B2B para anunciar os serviços de armazenamento de dados da IBM. Mas, da mesma maneira que aconteceu com a Dollar Shave Club, marca de B2C, o exemplo abaixo também é o vídeo mais popular da empresa no YouTube, com mais de 6 milhões de exibições.

Produzir vídeos pode parecer algo intimidante, caro e complicado. Mas um material criado para ser assistido e compartilhado tem, certamente, potencial para gerar um retorno altamente satisfatório para as empresas e criar diferencial para qualquer marca. Não deixe que o medo de errar paralise você: faça tentativas de acordo com as suas possibilidades e lembre-se de aproveitar as lições em cada nova empreitada.   
Após definir a sua persona, é preciso entendê-la quanto ao seu comportamento e hábitos de consumo. Faça um mapeamento da jornada de compra do seu cliente e, através dela, construa um funil de vendas para a sua empresa. Tendo esses dois materiais fechados e bem estudados, você saberá exatamente que como, quando e que tipo de conteúdo em vídeo deverá produzir para atingir a sua audiência.
Veja outro vídeo na categoria: “é velho, mas funciona”. Este vídeo de marketing está na categoria do setor de B2B para anunciar os serviços de armazenamento de dados da IBM. Mas, da mesma maneira que aconteceu com a Dollar Shave Club, marca de B2C, o exemplo abaixo também é o vídeo mais popular da empresa no YouTube, com mais de 6 milhões de exibições.
De acordo com o Dictionary.com, viralizar significa tornar-se “muito popular devido à circulação rápida entre as pessoas, especialmente pela Internet”. Quando bem executada, essa capacidade de viralizar pode durar um bom tempo. De fato, não sei você, mas uma das minhas maneiras favoritas de me lembrar da infância é perguntar aos colegas: “lembra daquele jingle?”. 

No contexto do video marketing, é importante também lembrar como o comportamento de compra das pessoas mudou ao longo dos anos. Compras por impulso, fruto de propagandas intrusivas, atualmente estão longe de ser a tendência. O público quer cada vez mais informação e conteúdo relevantes, por meio dos quais irá decidir se vai comprar algo ou não. Pense em todas as vezes em que, antes de efetuar uma compra, fez uma pesquisa na internet sobre o produto ou serviço no qual estava interessado, seja na sua vida pessoal ou na empresa. Esta é a nova realidade do mercado: consumidores mais inteligentes. Por isso a produção de conteúdo e técnicas de marketing, seja através de vídeo ou texto, vem suplantando a publicidade clássica do século XX.
Este libro es el primero que hay específico sobre la red social Instagram. En el podrás encontrar 330 páginas llenas de estrategias, consejos, trucos y demás para triunfar en esta red social. Además, el libro incluye 77 tipos distintos de contenidos para brillar en Instagram y 8 plantillas editables. Este es sin duda el manual idóneo si lo que quieres es llevar tu cuenta de Instagram a otro nivel. 
Além disso, no último ano houve um aumento no número de varejistas on-line que implementaram o vídeo nos sites para oferecer melhores experiências aos clientes. Quarenta e oito dos 50 principais varejistas on-line contam com vídeos no site, e 46 por cento dos 50 principais varejistas on-line têm mais de 1.000 vídeos disponíveis no site. A principal empresa de vídeo, a SundaySky, afirmou que, enquanto os vídeos no site proporcionam conhecimento e envolvimento com a marca, o que é mais atraente para os executivos de marketing é o desempenho e o impacto financeiro que geram, especialmente a geração de vendas e receitas.
Claves en la Creación de Empresas es un curso dirigido a emprendedores y promotores de nuevas empresas, profesionales liberales y con motivación para desarrollar nuevos negocios. El objetivo general del curso es comprender las claves de la creación de nuevos negocios y los pasos a seguir, así como aprender a evaluar los proyectos y analizar las necesidades financieras de los mismos.
Marcos Facó - O problema de tudo isso é que causa uma angústia em conseguir acompanhar todo esse processo, ser atualizado e realizar as transformações que as ferramentas oferecem. Realmente a distância é maior entre as empresas, existem umas que ainda fazem manufatura, não tem rede social e site, mas ainda assim vende seus produtos. E ao mesmo tempo existem companhias, como Amazon, que estão em outro extremo tecnológico, tirando o máximo de uso disso. A realidade é mais elástica no sentido do tradicional e o inovador. Não existe uma regra. A percepção das empresas em termos de estratégia muda muito, até mesmo para um Facebook. Quando outra menor dá certo, ele compra. Microsoft comprou LinkedIn. Não dá para inovar sempre, então quando alguém inova, eles adquirem.
Además, muchas empresas no analizan la rentabilidad de sus clientes existentes o la rentabilidad potencial de todo tipo de clientes nuevos. Como resultado, las empresas se tambalean de una base de clientes a otra nueva base de clientes y en el camino ello les supone perder algunos de sus clientes más valiosos. Fleming describe este fenómeno en Evergreen, a través de un paralelismo con los árboles, que pierden sus hojas cada otoño.
Hola Víctor, te saludo desde Paraguay. Un gusto estar siguiendo tu blog, desde hace poquito que lo conozco, pero me ha aportado excelente información, siempre muy completa. Quisiera consultarte si están disponibles fuentes de acceso público de las estadísticas de marketing de contenido o algún sitio que me puedas recomendar. Gracias desde ya. Nuevamente, un saludo!
Ayer estuve en una jornada del CEEI de Elche sobre márketing digital, a cargo de Leonard Pera, autor del libro SOCIAL COMMERCE 100 CONSEJOS PARA VENDER EN INTERNET que va por la segunda edición. Fué una charla interesantísima sobre cómo hacer relevante en cada caso concreto toda la información de las redes, la importancia de la “escucha activa” y muchas cosas más. Me gustó su modo de dar la charla, sorprendentemente no usó soporte auriovisual para su exposición ;)…y para finalizar nos hizo una sugerencia: para vender online la honestidad es igual de importante que pen la venta física de un producto, si la base de nuestro negocio o producto no es buena estaremos siempre en peligro. Compraré el libro.
×