Hoje em dia, estamos na era da informação e da conexão. Quanto mais as pessoas estão conectadas, mais as empresas e empreendedores estão competindo pela atenção delas, e isso pode gerar uma grande onda de informações ao mesmo tempo e que, infelizmente, grande parte das pessoas irão apenas ignorar. Pense só, quantos e-mails de marketing você recebeu na última semana e quantos você leu com atenção? É por isso que, se a sua agência quer se destacar, é preciso inovar em serviços de marketing digital.
Tras los pasos de Tom Peters  y bajo  la idea de que cada persona es única, Xavi Roca ahonda en el concepto de marca personal y acompaña al lector en el camino de la construcción de su propia marca personal. Un camino que va desde el autoanálisis o el autoconocimiento hasta su validación en el mercado, sosteniéndose en el pilar de una estrategia bien diseñada.
Gamechangers es como Peter Fisk denomina a las marcas que han transformado el mundo de los negocios (desde Alibaba hasta Zipcars) a través de la innovación y no de la herencia, centrándose en los mercados en crecimiento, y abrazando la tecnología en formas más humanas. Las Gamechangers piensan y actúan de manera diferente, transforman cada aspecto de su estrategia, el modelo de negocio, la marca, el marketing, el proceso y el liderazgo. Un libro que facilita herramientas con las que generar ideas innovadoras. Un texto eminentemente práctico lleno de “herramientas” inteligentes para ayudar a poner en práctica las mejores ideas para su empresa.
Y por último medir. Medir es una parte clave ya que debemos analizar si las acciones de la estrategia y nuestro plan están dando buenos resultados o no. Las conclusiones que saquemos nos servirán para modificar la estrategia y ver si debemos modificarla o por el contrario lo estamos haciendo bien y seguir con ella. Aquí algunos KPI podrían ser el tráfico que hemos generado, la cantidad de potenciales clientes, las ventas, la interacción social o la conversión. En este punto una herramienta como Google Analytics se vuelve fundamental para poder medir el éxito de nuestras acciones.
Professor Doutor E Livre Docente Pela Escola De Comunicações E Artes Da Universidade De São Paulo – ECA/USP E Da Universidade Presbiteriana Mackenzie; – Pesquisador Do Centro De Estudos De Avaliação E Mensuração Em Comunicação E Marketing – CEACOM-ECA/USP; -Professor Do Curso De Especialização Em Gestão De Comunicação E Marketing Do CEACOM Da ECA/USP, Onde Ministra A Disciplina De Gestão De Inovação.
Saber como fazer vídeo marketing corporativo é uma forma simples de transmitir autoridade no assunto relacionado ao produto da sua empresa. E autoridade é sinônimo de credibilidade. Por sua vez, credibilidade é um excelente catalisador de vendas. Aliado aos outros tipos de vídeo, os vídeos corporativos são essenciais na geração de leads qualificados para o seu produto.

Marcos Facó - Ele veio para ficar no sentido da facilidade de se transmitir a comunicação visual. Nem sempre precisa de áudio - já que muitas pessoas assistem pelo smartphone em público e evita atrapalhar o outro -, ou transmite com legenda ou transmite com imagem. O que essas plataformas estão passando de transformação no físico, hardware, mostra como há uma revolução. Computador era algo imenso e hoje além do smartphone temos os relógios inteligentes.
Los contenidos del curso se concretan en la planificación empresarial en entornos complejos y cambiantes, proyección de escenarios de futuro, implicaciones financieras en el crecimiento empresarial, gestión del riesgo, presupuesto y previsiones de explotación a medio y largo plazo y resolución de desfases financieros. Se utilizan los simuladores de negocio Hotel Company (gestión de una cadena hotelera) y Business 21 (gestión de una empresa globalizada del sector de la tecnología).
Marcos Facó - Cria uma dificuldade para as empresas anunciarem no formato tradicional. O que as empresas devem fazer é utilizar o conteúdo como propaganda. Um tema relevante associado a uma marca. A FGV fala, por exemplo, de Bitcoim e esse tema nos mostra capacitado para abordar essa temática. A Nike tem um case de desafio: preparar os atletas para quebrar a marca de duas horas em uma maratona. Conseguiram fazer com que um atleta fizesse em uma hora e dois minutos, não quebraram a marca, mas geraram buzz e anunciaram o novo tênis - que no caso foi utilizado pelo atleta.
×